Google cria fundo humanitário para dar suporte as organizações de imigração dos EUA

Em resposta a ordem executiva do presidente Trump em proibir a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, que afirma “prejudicar os interesses de segurança e a reputação dos EUA”, o Google anunciou um fundo humanitário com US$ 4 milhões em caixa.

“O dinheiro será doado a quatro organizações: a União Americana de Liberdades Civis (ACLU), o Centro de Recursos Legais para Imigrantes (ILRC), o Comitê Internacional de Resgate (IRC) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados / UN Referee Agency (UNHR)”, disse a empresa ao site TechCrunch.

O buscador explicou que metade dos fundos vem direto da empresa e a a outra metade provenientes de doações feitas por seus funcionários. Até o momento, o Google já doou mais de US$ 16 milhões que são encaminhados as causas humanitárias desde 2015.

Apple, Facebook, Microsoft e Google já se manifestaram contra o veto de imigração de Trump. O co-fundador do Google, Sergey Brin, foi visto participando de um protesto em San Francisco neste final de semana.

 

Fonte: Google Discovery

Um comentário em “Google cria fundo humanitário para dar suporte as organizações de imigração dos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *